Festa literária terá atrações presenciais na Praça Saldanha Marinho e no Theatro Treze de Maio

A Prefeitura, por meio das Secretarias de Cultura e de Educação, anunciou, na manhã desta terça-feira (19), a programação completa da 49ª Feira do Livro de Santa Maria, que ocorre de 29 de abril a 14 de maio, na Praça Saldanha Marinho e no Theatro Treze de Maio. Em um encontro com os veículos de comunicação e convidados, no Itaimbé Palace Hotel, o prefeito Jorge Pozzobom, o vice Rodrigo Decimo, a secretária de Cultura, Rose Carneiro, e a secretária de Educação, Lúcia Madruga, realizaram o lançamento do evento literário que vai fazer parte da rotina dos santa-marienses por 16 dias. 

No encontro, que teve a participação de uma intérprete de libras, ficou clara a importância da Feira do Livro para o impulsionamento da cultura santa-mariense e do Estado. A festa literária terá, em 2022, mais de cem lançamentos de livros, sendo que boa parte será de escritores locais, além de aproximadamente 40 livreiros. A 49ª edição ainda tem um toque a mais. O prefeito Jorge Pozzobom, presente na cerimônia, destacou a importância dessa edição após dois anos de atividades híbridas em função da pandemia.

“Vamos celebrar esse retorno totalmente presencial. A Feira vai ser essa conexão para as pessoas se encontrarem e encontrarem a cultura. Santa Maria merece ser a capital da literatura nessas duas semanas. Parabenizo a equipe da secretaria de Cultura por ter montado essa belíssima Feira do Livro”, disse o prefeito.

O vice-prefeito Rodrigo Decimo destacou a relevância da Feira na Praça Saldanha Marinho, que faz parte do centro histórico de Santa Maria.

“Parabenizo a secretaria de Cultura, juntamente com outros parceiros, por realizarem esse evento tão importante. Um dos maiores eventos culturais do Estado que, desde 1973, traz conhecimento e cultura para Santa Maria. A locomotiva no cartaz desenhado pelo Byrata traz esse sorriso, sem máscara, o nosso futuro, que são as crianças. Logo após a Feira, começaremos a colocar o Distrito Criativo em ação com a revitalização da praça”, afirmou. 

A secretária de Cultura, Rose Carneiro, celebrou a volta das atividades presenciais e também destacou a movimentação econômica da Feira do Livro.

“São aproximadamente 40 livreiros, mais da metade de fora de Santa Maria, que usam nossa rede hoteleira e de alimentação por pelo menos duas semanas. E, ainda, tem os carregadores, entregadores, que garantem que as bancas tenham acervo para uma feira tão extensa. Com toda a segurança podemos dizer que a feira movimenta pelo menos 150 postos de trabalho. A feira, na verdade, é um formigueiro, um palco para os artistas locais, o que desperta e incentiva a produção cultural da cidade. Neste ano teremos passeio pelo centro histórico, musical, encontro com pequenos leitores, intervenções artísticas e bate papos”, convidou a secretária.

A secretária de Educação, Lucia Madruga, destacou a maior participação da pasta dentro da programação da Feira.

“Esta feira tem para nós um ingrediente diferente que viemos construindo, que aproxima ainda mais do ambiente escolar. Esse ano, a Feira vai às escolas trabalhar com os alunos no ambiente escolar. E isso vai modificar a vida desses estudantes, pois eles vão conseguir entender o papel da cultura na educação. Estamos lisonjeados e felizes por estarmos tão imersos dentro da Feira, cumprindo o papel de expandir os limites de nossos estudantes com tudo que a literatura proporciona”, celebrou a secretária.

PROGRAMAÇÃO
A Feira de 2022 está recheada de atrações culturais. Além dos estandes de livros, haverá shows musicais, teatro e cinema. O Livro Livre, espaço cultural que promove o contato entre autor e público, traz convidados especiais. Entre eles estão Aline Bei, Eliana Yunes, Fernando Anitelli, Eduardo Bueno e o português Afonso Cruz (Programação Completa).

Uma das atrações que já virou costume nos eventos promovidos pela Prefeitura é o passeio do trenzinho que, desta vez, vai percorrer a Gare e a Vila Belga, de forma gratuita. Os passeios serão das 15h às 18h nos dias 30 de abril, e 1º, 4, 10 e 14 de maio. No dia 14, data de encerramento da Feira, o passeio também vai funcionar das 10h às 13h.

HOMENAGEADOS
A 49ª edição tem como patronesse a professora, escritora, pesquisadora e ativista Nikelen Witter; e como professora homenageada, Maria Esther Gomes de Souza. Ambas estavam presentes no lançamento da Feira do Livro. Já o escritor homenageado (póstumo), é o médico e compositor Mário Eleú da Silva.

A patronesse terá seu dia especial em 7 de maio com a Noite da Patronesse: #LeiaMulheres acompanhada de Monalisa Dias e o Clube de Leituras Bem-ditas. Nikelen Witter também vai mediar um bate papo sobre literatura fantástica com Enéias Tavares e Fabiana Friedrich.

“A Nikelen leitora solitária tinha dificuldade de encontrar pessoas para conversar sobre livros. E locais, como as feiras, também servem para isso. Escrevo desde criança e minhas professoras me incentivaram a seguir escrevendo. A menina Nikelen está realizada, mas a adulta ainda tem muito a fazer. Ser patronesse da Feira é importante, principalmente para incentivar meninas e mulheres a poderem escrever, imaginar, e serem o que elas quiserem ser”, disse a escritora que recebeu o Prêmio Açorianos de Literatura em 2022. 

A professora Maria Esther Gomes de Souza será homenageada no dia da abertura da Feira. Ela tem seis livros publicados e realiza trabalho de leitura inclusiva e se destaca no trabalho com alunos surdos na Escola Estadual de Educação Especial Dr. Reinaldo Fernando Cóser.

“A literatura me ajudou a contornar as dificuldades da pandemia. Também escrevi um livro com protagonista surdo. A literatura salva pessoas, me salvou. E me ajuda a ensinar. Acredito muito no poder do livro e estou aqui representando minhas colegas. E essa homenagem é um orgulho, pois significa que nosso esforço deu certo”, declarou a professora.

Em 5 de maio, Mário Eleú da Silva recebe o tributo ‘O Velho Doutor’, um show com artistas locais interpretando suas composições. Na cerimônia de lançamento da Feira, foi representado pela filha, Eloisa Monteiro da Silva, que agradeceu a homenagem e destacou a paixão do pai por Santa Maria, pela música e pela literatura.

O presidente da Câmara do Livro de Santa Maria, Télcio Brezolin, encerrou os depoimentos falando sobre a magnitude da Feira do Livro de Santa Maria.

“A nossa feira é a terceira mais longeva da América Latina. É uma oportunidade rara no país de mostrar as produções, as histórias. Que possamos ser cada vez mais um propulsor da cultura e do conhecimento”, declarou.

AÇÕES VIRTUAIS
A feira deste ano terá apenas duas ações virtuais, que são o Livro Livre com o escritor português Afonso Cruz, em 1º de maio, e com Eliana Yunes, em 9 de maio. O bate-papo com os escritores será mediado pela jornalista Vanessa Backes e pelo professor Andrei Cerentini com transmissão pela internet. 

IDENTIDADE VISUAL
A identidade visual deste ano é baseada em um cartaz criado pelo artista Byrata e traz o slogan: “O livro desembarca na Praça”. As outras peças gráficas da Feira do Livro foram desenvolvidas por um grupo de alunos do curso de Design da Universidade Franciscana (UFN), com supervisão do professor Roberto Gerhardt. 

O artista Byrata, declarou seu agradecimento por ser escolhido para ilustrar a arte da Feira de 2022. 

“Estou agradecido pelo reconhecimento que a cidade me dá neste momento. Fiz com muita alegria. Tive um cuidado de resgatar o trem, pois é uma imagem que sempre vai falar de Santa Maria. E acrescentei as crianças e outros símbolos da nossa cidade, como o Felipe d’Oliveira, a coruja que representa o saber e o Dinotchê, que eu ofereço à cidade como um símbolo, pois estamos no berço dos dinossauros. Que tenhamos todos uma feira do livro maravilhosa”, desejou o cartunista, presente na apresentação da Feira.

Também participaram da solenidade a diretora do Museu de Arte de Santa Maria (Masm), Marília Chartune Teixeira, a produtora Denise Copetti, o superintendente de Cultura, Cássio Corbellini, e demais representantes da gestão municipal. Representando a Câmara de Vereadores, estiveram a vereadora Luci Duartes (PDT) e Givago Ribeiro (PSDB). 

A 49º Feira do Livro de Santa Maria é uma realização da Prefeitura, da 8ª Coordenadoria Regional de Educação (CRE), da Universidade Franciscana (UFN), da Universidade Federal de Santa Maria (UFSM), da Cooperativa dos Estudantes de Santa Maria (Cesma) e da Câmara do Livro. A produção cultural é de Denise Copetti. O evento tem financiamento da Lei de Incentivo à Cultura de Santa Maria (LIC-SM).

Texto: Rodrigo Ricordi (Mtb: 17.101)
Fotos: João Alves (Mtb: 17.922)/PMSM
Secretaria Extraordinária de Comunicação
Prefeitura Municipal de Santa Maria